Qual é a encadernação ideal para o seu material?

Assim como em qualquer produto, o acabamento de uma produção gráfica é essencial para que a leitura e o manuseio de livros, cadernos, agendas e catálogos seja o melhor possível.

É aí que entra a encadernação, que é parte essencial do acabamento dessas produções.

O processo, que consiste em unir as páginas de um projeto de maneira ordenada para garantir a facilidade de manuseio, ocorre após a impressão.

Você sabia, no entanto, que existem diferentes tipos de encadernação e cada um deles é recomendado para uma situação?

Pensando nisso, preparamos esse artigo para destrinchar qual tipo de encadernação é o melhor para o seu projeto.

Que tal conferir?

Tipos de encadernação

  • Espiral

Esse tipo de encadernação é extremamente comum em cadernos, apostilas e outros materiais didáticos.

Além de ser mais econômica, a encadernação em espiral suporta até 400 folhas em gramatura fina e é feita de maneira simples: basta utilizar uma máquina específica para fazer os furos nas folhas e na capa e, após isso, inserir a espiral que, normalmente, é feita de plástico.

  • Canoa/grampo

A encadernação do tipo canoa consiste no grampeamento simples de capa e miolo.

Por ser uma encadernação que une as partes apenas com grampos, ela costuma ser utilizada em materiais mais leves como revistas e livretos.

Ou seja, se você precisa encadernar algum material mais pesado ou com folhas de maior gramatura, não é recomendado que você use a encadernação canoa.

  • Brochura

A encadernação brochura consiste na colagem do miolo na capa através da aplicação de cola e, por proporcionar lombadas quadradas, costuma ser bastante utilizada em livros.

Vale ressaltar que os livros costumam ficar empilhados de forma que apenas a lombada fica visível, então é importante ter bastante cuidado com a produção das lombadas para a encadernação brochura.

  • Wire-o

Essa encadernação é uma espécie de evolução da espiral.

Ela consiste em fazer furos quadrados no material e, nesse caso, usar uma espiral dupla construída de um material metálico que gera um aspecto mais bonito e garante maior durabilidade.

O wire-o normalmente é usado para a encadernação de cadernos, agendas e calendários, já que suporta a utilização de folhas de diversas gramaturas, além de capas duras e flexíveis.

  • Lombada quadrada

Esse tipo de encadernação é similar ao brochura, porém utiliza colagens mais resistentes voltadas para a durabilidade do material.

Ao invés da cola simples que é usada em materiais menores, essa encadernação utiliza colas industriais e até mesmo costuras para garantir uma vida longa ao produto.

Por isso essa encadernação é utilizada, normalmente, em obras de grande volume de páginas.

Lembre-se de sempre consultar profissionais da área gráfica para que eles possam te auxiliar no acabamento dos seus projetos e garantir o melhor resultado possível.

E aí, qual é o melhor tipo de encadernação para o seu material?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *